plantao de policiaNa quarta-feira (05), no Tribunal do Júri na cidade de Araxá/MG, por volta das 08h00 deu inicio o julgamento do réu suspeito de matar uma jovem que estava gravida e em seguida ocultou seu corpo. Após mais de doze horas de julgamento onde varias testemunhas de defesa e acusação foram ouvidas, tendo o réu o direito da ampla defesa. O Juiz Dr. Claudio Henrique Brasileiro, ao final do julgamento juntamente com o ministério publico e o tribunal do júri,  sentenciou o  réu CAIRO LUIZ ASSUNÇÃO CARVALHO , de 25 anos de idade, a 26 anos de prisão em regime fechado, pelo crimes de homicídio duplamente qualificado, aborto e ocultação de cadáver.

Relembrando o caso: de acordo com a denúncia do Ministério Publico de Minas Gerais, baseado nas investigações da Policia Civil de Araxá, o réu em Maio de 2012, na zona rural município de Tapira/MG, numa estrada vicinal que liga a cidade as região das Palmeiras, após agredir fisicamente a vitima o mesmo após o crime ocultou seu corpo. Na época  do crime a vitima estava gravida. Depois do desaparecimento da vitima seu corpo foi localizado num córrego conhecido como córrego dos “alevinos”.


Category: Geral

About the Author


Comments are closed.

DICAS DO SARGENTO AMILTON:

Produzido por jornalaraxa.com.br

CLIQUE AQUI PARA VER MAIS DICAS

Arquivos de Posts


Últimas Notícias


Direto ao Assunto


Siga-me

https://www.facebook.com/amilton.moreira.7334 https://www.facebook.com/amiltonmarcos.marcos http://www.futebolaraxa.com.br/NOVOSITE/?page_id=7341 http://www.futebolaraxa.com.br https://twitter.com/amiltonmarcos